Diferença entre adaptação e mitigação às mudanças climáticas

O que é adaptação às mudanças climáticas?

Adaptação às mudanças climáticas é a estratégia de mudar os modos de ser sociais e ecológicos para reduzir os efeitos nocivos das mudanças climáticas. Envolve mudar a sociedade e os ecossistemas para que os efeitos das mudanças climáticas não sejam tão significativos ou severos.

Abordagens para adaptação às mudanças climáticas



Aproveitando os efeitos positivos das mudanças climáticas



Uma abordagem para se adaptar às mudanças climáticas é tirar proveito dos efeitos positivos das mudanças climáticas. Por exemplo, climas mais quentes aumentarão a produtividade agrícola em partes do hemisfério norte, como a Escandinávia, por causa das estações de cultivo mais longas e menos área coberta por permafrost.



Trabalhando para reduzir os efeitos negativos das mudanças climáticas

Outro meio de adaptação é a preparação para os efeitos negativos das mudanças climáticas. Isso inclui a construção de paredões para reduzir os efeitos do aumento do nível do mar em cidades costeiras como Nova York, Xangai e Amsterdã. Cidades em áreas onde as enchentes estão aumentando em frequência começaram a projetar estradas e calçadas que absorvem mais água para mitigar os efeitos das enchentes.

A maioria dos cientistas do clima acredita que pelo menos alguma adaptação à mudança climática será necessária, uma vez que, mesmo se todas as emissões de carbono cessassem hoje, já haveria gases de efeito estufa suficientes adicionados à atmosfera para causar mudanças significativas.



O que é mitigação?

As estratégias de mitigação das mudanças climáticas trabalham para reduzir ou prevenir as próprias mudanças climáticas, de forma que a sociedade e os ecossistemas não tenham que se ajustar tanto para florescer sob o novo regime climático. A mitigação ainda pode exigir uma mudança no estilo de vida, uma vez que mitigar ou reduzir as mudanças climáticas também significa reduzir comportamentos ou processos que estão levando à mudança climática.

Abordagens para mitigação das mudanças climáticas

Algumas das primeiras respostas políticas e econômicas foram efetivamente mitigação. Esta mitigação está relacionada com a redução das emissões de gases com efeito de estufa, nomeadamente as emissões de carbono, que são o principal motor das alterações climáticas globais modernas.



Reduzindo fontes de emissões de carbono

Embora também existam fontes naturais de emissões de gases de efeito estufa, erupções vulcânicas, por exemplo, a maioria das emissões de gases de efeito estufa hoje é produzida pela atividade humana. Isso inclui gado, emissões de fábricas e emissões de automóveis. A maioria dos esforços de mitigação envolve a redução dessas fontes.

Muitas grandes cidades, como Nova York e Seattle, estão investindo em transporte público para reduzir o uso de automóveis, que são uma fonte comum de emissões de carbono. Enquanto isso, muitas cidades e proprietários individuais estão sendo incentivados a recorrer a fontes alternativas de energia, como a energia solar e eólica, para se tornarem menos dependentes do gás natural e de outros combustíveis fósseis para obter energia. Como a pecuária, principalmente o gado, também foi associada ao aumento das emissões de gases do efeito estufa, alguns especialistas sugeriram consumir menos carne para mitigar as mudanças climáticas.

Melhorando sumidouros de carbono

Além de reduzir as emissões de carbono, cientistas, inventores e líderes municipais também sugeriram melhorar as partes do meio ambiente que absorvem dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa. Um exemplo de aumento de sumidouros de carbono é o cultivo de mais árvores. Remover o dióxido de carbono da atmosfera e prendê-lo em algum lugar como o fundo do oceano também foi proposto. Uma das propostas é capturar o dióxido de carbono emitido pelas fábricas e armazená-lo para que não entre na atmosfera. O foco dessa abordagem é encontrar maneiras de sequestrar ou remover diretamente os gases do efeito estufa dos ciclos naturais ativos. Essas técnicas podem ser de baixa tecnologia, como aumentar a vegetação média nas grandes cidades, especialmente árvores, para absorver mais dióxido de carbono, ou de alta tecnologia.

Semelhanças entre adaptação e mitigação às mudanças climáticas

Tanto a adaptação quanto a mitigação são respostas às mudanças climáticas destinadas a reduzir os efeitos nocivos que podem ter na sociedade atual e na biosfera global. Eles também exigem modificações na forma atual como a energia é usada e consumida, bem como na forma como as comunidades são construídas. Eles também são muito controversos em alguns contextos.

Diferenças entre adaptação e mitigação às mudanças climáticas

Embora existam semelhanças entre a adaptação às mudanças climáticas e a mitigação, também existem diferenças significativas que incluem o seguinte.

  • A adaptação à mudança climática tenta reduzir os efeitos negativos de uma mudança climática futura sem necessariamente prevenir a mudança climática em si, enquanto a mitigação busca reduzir o efeito negativo da mudança climática prevenindo a mudança climática ou reduzindo o grau em que o clima muda.
  • A adaptação também tira proveito das formas positivas pelas quais as mudanças climáticas podem afetar a sociedade, enquanto a mitigação se concentra na prevenção dos efeitos negativos.
  • A adaptação também pode envolver a modificação de ecossistemas não humanos para torná-los mais resistentes aos efeitos do clima, ao passo que a mitigação geralmente envolve apenas o aspecto humano, uma vez que os humanos são considerados a causa primária.

Adaptação às mudanças climáticas vs. mitigação

Resumo da adaptação às mudanças climáticas vs. Mitigação

A adaptação às mudanças climáticas envolve o ajuste da sociedade e dos ecossistemas para que não sejam tão severamente afetados pelas consequências negativas das mudanças climáticas futuras.

Exemplos de adaptação às mudanças climáticas incluem a construção de paredões e o projeto de pavimentação com maior absorção de água para as estradas para mitigar os efeitos das enchentes.

A mitigação das mudanças climáticas envolve, em primeiro lugar, evitar que as mudanças climáticas aconteçam para prevenir consequências prejudiciais.

Os exemplos incluem projetos de carros e cidades para usar menos energia, bem como formas alternativas de energia que não requerem combustíveis fósseis que produzem emissões de carbono.

A adaptação e mitigação das mudanças climáticas diferem no sentido de que a adaptação às mudanças climáticas ajusta a sociedade e os ecossistemas para suportar as mudanças climáticas, enquanto a mitigação ajusta a sociedade e os ecossistemas para prevenir as mudanças climáticas.

A adaptação também busca tirar proveito de quaisquer efeitos positivos das mudanças climáticas, enquanto a mitigação se concentra na prevenção das consequências negativas.

Além disso, a adaptação à mudança climática também pode modificar os ecossistemas naturais, enquanto a mitigação se concentrará nos elementos humanos, uma vez que as emissões antrópicas de carbono são a principal causa das mudanças climáticas globais modernas.

Publicações Populares

Diferença entre micronutrientes e macronutrientes

Plantas e seres humanos, inclusive animais, precisam de nutrientes para sustentar seu crescimento e saúde. Existem basicamente dois tipos de nutrientes chamados macronutrientes

Diferença entre iBook e MacBook

iBook vs MacBook O iBook e o MacBook são duas linhas separadas de computadores fabricados pela Apple. O iBook foi amplamente substituído pelo MacBook

Diferença entre tutela e custódia

Tutela vs Custódia Quando um casal decide se separar ou se divorciar, o maior problema que eles enfrentarão é a questão de quem fica com a custódia de seu menor

Diferença entre contrato unilateral e contrato bilateral

Os contratos bilaterais e unilaterais são os dois contratos mais celebrados por motivos pessoais ou profissionais. Muitas pessoas, no entanto, não sabem a chave

Diferença entre contravenção e crime

Contravenção contra o crime é uma violação da lei pela qual o sistema jurídico de um governo pode ser condenado. O crime pode ser um crime ou um

Diferença entre cabo VGA e cabo SVGA

Cabo VGA x Cabo SVGA Para conectar monitores à fonte de sinal, como um computador ou caixa de mídia, você precisa de um cabo. Para sinais analógicos, você tem