Diferença entre MRI e fMRI

MRI vs fMRI

Atualmente, com o advento dos avanços tecnológicos, uma série de diferentes tipos de inovações são inventados e modificados para tornar o diagnóstico de doenças comuns e mesmo raras muito mais fácil. Essas ferramentas de diagnóstico fazem uso de máquinas ou estudos biológicos e, em alguns casos, ambos. Uma das formas mais comuns de diagnosticar doenças internas não vistas a olho nu é por meio de imagens. No laboratório, diferentes tipos de fontes são usados ​​para tornar a imagem possível. Radiação, eletricidade e campos magnéticos são apenas alguns, para citar alguns. Um tipo de dispositivo de imagem que utiliza fontes magnéticas e elétricas de energia é o que chamamos de ressonância magnética. Por meio de algumas modificações nos aspectos tecnológicos, uma máquina irmã foi criada a partir da ressonância magnética e foi chamada de fMRI. As diferenças entre as duas máquinas são aqui indicadas.



A ressonância magnética, ou MRI, é uma máquina usada para imagens da estrutura do cérebro. Quando, em alguns casos, uma tomografia computadorizada não pode detectar o problema existente, uma ressonância magnética é útil para descobrir anomalias anatômicas despercebidas causadas por um processo de doença ou evento traumático. É um utilitário usado para grandes pesquisas na determinação de diferenças estruturais e uma correlação de comportamento. Por outro lado, a ressonância magnética funcional, ou fMRI, é um dos destaques da tecnologia de ressonância magnética, em que funciona por meio de medições do fluxo sanguíneo ou do nível de oxigênio no sangue para obter a imagem funcional do cérebro. É usado principalmente para coletar dados relevantes quanto ao consumo de oxigênio pelos tecidos. Por meio de sua modernização, as sequências de fMRI exibirão uma imagem da região ativa do cérebro, captando o excesso de suprimento de sangue chamado Dependência do Nível de Oxigênio no Sangue (BOLD). Em geral, uma ressonância magnética e uma fMRI diferem entre si de uma maneira que uma ressonância magnética visualiza a estrutura anatômica enquanto uma ressonância magnética visualiza a função metabólica.



Além disso, a medição dos sinais é diferente para um MRI e um fMRI individualmente. Uma ressonância magnética estuda os núcleos de hidrogênio da molécula de água, enquanto uma ressonância magnética calcula os níveis de oxigênio. Na física atômica, a imagem estrutural da ressonância magnética visualiza em alta resolução a diferença entre os tipos de tecido em relação ao espaço. Por outro lado, uma imagem funcional de fMRI visualiza as diferenças de tecido em relação ao tempo. Além disso, uma ressonância magnética tem uma resolução espacial alta, enquanto uma ressonância magnética tem uma resolução temporal superior de longa distância.

Ao falar sobre seu avanço tecnológico, um fMRI ainda está começando a construir seu nome, ao contrário do MRI, em que já está em seu auge como uma das tecnologias de equipamentos amplamente utilizadas no mundo médico. Além disso, o fMRI ainda não foi introduzido para fins diagnósticos e só é usado em experimentos, ao contrário do revolucionário MRI.



Em termos de custo de aquisição da máquina, o fMRI é considerado mais caro do que um MRI devido ao software e hardware adicionais necessários para ele. O preço pode chegar a centenas de milhares a milhões, e isso é muito dinheiro. Para uma escolha mais barata, a ressonância magnética é preferida.

Para deixar as coisas claras, nem uma ressonância magnética nem uma fMRI têm uma vantagem sobre a outra, porque ambas as máquinas têm funções diferentes.

Resumo:



1. A ressonância magnética e a fMRI diferem entre si de uma maneira que a ressonância magnética visualiza a estrutura anatômica enquanto a fMRI visualiza a função metabólica.

2. Uma ressonância magnética estuda os núcleos de hidrogênio da molécula de água, enquanto uma ressonância magnética calcula os níveis de oxigênio.

3. As visualizações de imagens estruturais de ressonância magnética em alta resolução as diferenças entre os tipos de tecido com relação ao espaço. Por outro lado, uma imagem funcional de fMRI visualiza as diferenças de tecido em relação ao tempo.

4. A ressonância magnética tem uma resolução espacial alta, enquanto uma ressonância magnética tem uma resolução temporal superior de longa distância.

5. Ao falar sobre seus avanços tecnológicos, o fMRI ainda está começando a construir seu nome, ao contrário do MRI, onde já está em seu auge como uma das tecnologias de equipamento amplamente utilizadas no mundo médico.

6. O fMRI ainda não foi introduzido para fins de diagnóstico e só é usado em experimentos, ao contrário do revolucionário MRI.

7. O fMRI é considerado mais caro do que o MRI devido ao software e hardware adicionais necessários para ele.

Publicações Populares

Diferença entre MH e HPS

MH vs HPS MH, ou haleto metálico, e HPS, ou sódio de alta pressão, são dois tipos de luzes de descarga de alta intensidade que fornecem um efeito mais brilhante e também ajudam a

Diferença entre luxação e luxação parcial

Luxação versus luxação parcial A luxação é definida como a separação dos dois ossos do corpo humano de uma articulação ou da área de onde vêm esses ossos

Diferença entre Nikon D70 e Nikon D70s

Nikon D70 vs Nikon D70s Como você já deve ter adivinhado pelos nomes dessas câmeras, já que elas carregam o mesmo número de modelo, mas a última tem um

Diferença entre fazenda e rancho

Fazendas e ranchos estão intimamente relacionadas, visto que são locais onde se cultiva alimentos. Uma fazenda geralmente é qualquer lugar onde a agricultura é feita. Isso significa que

Diferença entre universalismo unitário e anglicano

Universalismo Unitarista vs Anglicano Tanto o Universalismo Unitário quanto o Anglicanismo têm suas origens na Europa, séculos antes de se estabelecerem nos Estados Unidos

Diferença entre o FBI e a polícia

FBI vs Polícia O FBI (Federal Bureau of Investigation) é a agência de aplicação da lei doméstica do governo dos Estados Unidos. Tem a tarefa de reunir